29/06/06

Rói-te de inveja!!

Lembras-te caçulinha quando às escondidas atirávamos as sopas de leite para o quintal da vizinha? Blarrrrq, como detestávamos aquilo.
E quando fazíamos acordos para eu comer a tua sopa e tu comias a comida que eu não gostava...
E as nossas brincadeiras? As gincanas que inventávamos, com tarefas complicadíssimas, como apahar 4 formigas, atirar um pau o mais longe possível, dar uma volta de bicicleta até ao final da rua e por fim, mas não menos importante, apanhar 4 bagos de uva do quintal da vizinha (coitada, sofria tanto!!!)
Mas o que eu quero realmente avivar na tua memória são as lambarices e como dávamos conta de um frasco de colacau de barrar o pão, em 3 tempos! Claro que a parte branca de avelã era toda minha e a de chocolate era tua! Eu bem sei que tu roubavas sempre um bocadinho da minha parte branca, pensas que eu não via?!
E agora delicia-te com esta: Ontem fui fazer compras ao Continente e adivinha qual foi a minha surpresa? Já existe colacau de barrar o pão TODO de avelã!!!! Eh, eh, agora já não dá para dividir contigo, vou comê-lo todinho!!! Ok, se pedires muito posso preparar-te uma bolachinha...Mas não abuses!
:) Adoro-te

2 comentários:

Caçula disse...

Por vezes temos dons que nunca chegamos a conhecer, porque não os descobrimos ou pura e simplesmente porque não os desenvolvemos. Eu que até achava que tratava a escrita por tu, quando olho para a tua prosa vejo que não passo de um plebeu da escrita e prostro-me. Percorre-me um arrepio pelo corpo, os olhos ficam embargados e surge então um sorriso que me deixa super orgulhoso do dons que finalmente sairam do casulo. Be yourself, i'm always here for you!

P.S. - Também te adoro!

Miguel. disse...

obrigado aglidole, é um gesto muito bonito e gosto especialmente do teu toque pessoal...

:)